Pule um Carnaval sustentável

leitura em áudio:

 

Milhares de foliões começam a sair às ruas para curtir o Carnaval, e o Carnaval é sinônimo de muita gente na rua consumindo produtos descartáveis, como latas de cerveja e garrafas de água. Mas não é porque estamos em clima de folia que vamos deixar a sustentabilidade de lado. Durante os dias de festa, pule um carnaval sustentável!

Lixo no lixo

Se não puder evitar a produção do lixo, ao menos o jogue no local adequado. O lixo acumulado nas ruas entope os bueiros e aumenta o risco de enchentes. Nas estradas, os detritos jogados nos acostamentos agridem e colocam em risco o meio ambiente e os animais.

O aumento do volume de lixo agrava a situação dos aterros e lixões, causa graves impactos no meio ambiente e gera um alto custo extra de coleta para as prefeituras, pago com recursos públicos que poderiam ser investidos, por exemplo, em uma maior segurança no próximo carnaval.

Levar uma garrafinha com água ou sua própria caneca de cerveja já ajudam a diminuir o consumo de descartáveis.

Nada de jogar lixo na rua. Entregue-o a um catador de lixo ou guarde para jogar em um coletor apropriado para cada material (papel, metal, vidro e plástico). Portanto, no Carnaval, mais do que nunca, jogue o lixo exclusivamente no lixo.

Leve seu copo

Se você gosta de comprar drinks ou doses de bebida durante as festas de rua ou já está planejando comprar garrafas para dividir com o pessoal e economizar, leve também uma caneca, pote de vidro ou copo reutilizável. Pode ser aquela caneca de faculdade que já tem até com um cordão para facilitar o transporte ou um copo dobrável que ocupa pouco espaço na hora de voltar para casa.

Transportes

Prefira transportes com menor consumo de combustível fóssil, um dos contribuintes do aquecimento global. Entre o avião e o carro, prefira o carro. Entre o carro e o ônibus, fique com o último. E aproveite os dias livres para andar de bicicleta e a pé.

Na hora de ir para os circuitos da folia, experimente ir de ônibus ou de carona. Além de ser mais sustentável, você não precisa se preocupar com estacionamento nem com a segurança do veículo – e ainda pode tomar a sua cervejinha sem medo do bafômetro.

Use glitter ecológico e zero paetê

Sim, é possível fazer um glitter ecológico em casa! No Carnaval sustentável, você não precisa poluir o meio ambiente com microplásticos para brilhar. Caso caia purpurina no seu corpo (o que é comum de acontecer) use lenço umedecido para retirar, assim você garante que boa parte não pare nos oceanos.

Faça confete sustentável

Assim como o glitter, também o confete pode ser substituído por uma versão, usando papéis velhos ou folhas secas.

As pessoas estão acostumadas a comprar todo ano uma fantasia de distinta, normalmente feita com penas de animas, lantejoulas e muito plástico de modo geral. O pior de tudo isso é que a fantasia vai se desfazendo no meio do caminho do bloco, soltando plástico em pedaços, e nunca mais será reutilizada. Para evitar esse problema, que tal adquirir uma fantasia mais resistente e feita de tecido chita de algodão, toda florida? Certamente você vai arrasar e ao mesmo tempo causar um menor impacto ambiental. E para não precisar repetir a mesma fantasia todos os anos, que tal fazer um clube de troca?

 

Confira nossas dicas! 8 dicas para curtir o carnaval com o corpo saudável

 

 

Vote